terça-feira, 23 de dezembro de 2014

E o ano acabou, 2015 já começou por aqui...sem stress, low profile, natal de amor...

 
Essa é a primeira foto do Miguel com um Papai Noel...ele nem chega perto do Papai Noel fantasiado do Shopping...e esse aqui foi no corredor do consultório do tio Freddy...ficou tão lindo e olha que ele também estava de vermelho.
Essa situação me fez pensar que já estamos acostumados a sermos low profile no natal a não nos enveredarmos na piração do consumo e nem nas brigas, rusgas e pressões para ver onde vamos passar o natal.
Teve uma fase em que tentávamos juntar todos os familiares e amigos, mas cada um faz suas escolhas e nós escolhemos ficar em casa e acolher. Sem correria, sem ostentação, sem maluquice e com muito afeto.

 
Freddy é um amigo que nasceu no Peru (ainda queremos ir lá com ele) e tem alma de brasileiro e conversamos muito. Ele costumava passar o natal fazendo sopa e distribuindo para quem está nas ruas, sem casa, sem família e sem ceia. Depois do nascimento do seu filho, ele passou a vir para nossa casa e é parte da nossa família de coração. Aqui temos muitas dificuldades de aceitar convites para um natal íntimo, porque somos acolhedores e agregadores por natureza. Temos sempre pessoas queridas ao nosso redor. O natal para mim é o resultado do ano todo, de quem estivemos mais próximos, com quem pudemos contar e com quem faz questão da nossa presença, sem peso, sem pressão e entendendo nosso ritmo.
Freddy me ensinou que natal é uma noite...o importante é a relação durante o ano todo e não precisa ter essa neura de com quem vamos passar o natal e tal...já que abrimos nossa casa e nos colocamos a disposição e recebemos a todos que quiserem e puderem vir e assim vai ser.

 
Fim do ano tem sempre essa correria, das metas que não se cumpriram, dos check ups, da reforma, dos relatórios de fim de ano e por aí vai...o que priorizar? O que é importante? Não perder o foco é fundamental.

 
Saúde em primeiro lugar...sempre...e às vezes temos que parar o que estamos fazendo para dar uma olhada no que vai em nosso corpo...sem saúde não dá!
 
Então está assim meu fim de ano, com coisas urgentes em casa, coisas urgentes no trabalho e a falta de tempo de enviar os cartões, escolher e fazer os presentes, falar com todos que são importantes e de quem sinto falta...e o aperto no coração vem. A falta dos entes que já foram...e aí tento me convencer de que é só mais uma noite, só mais uma semana e de que 2015 já começou e pode ser melhor ainda do que foi 2014 e que na verdade as iniciativas para metas já tem que estar a pleno vapor e a consciência do que não quero que aconteça no final do ano que vem...um fim do ano com mais calma, alma e tempo para ócio criativo e sempre com pessoas queridas em volta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um comentário que prometo responder.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...