terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Brincadeira de menino ou de menina?

Quinta-feira passada estivemos em uma Casa de Festas, de uma cliente para comemorar o aniversário do filho de uma amiga - adoro esses laços que vão de fato, se entrelaçando.
 
A minha afilhada, Nicolle, se produziu toda e colocou salto, fez o cabelo, maquiagem e chegando lá, adivinha o que ela fez? Jogou futebol com meu filho.

 
Depois, na hora de brincar nos cenários, eu vi as meninas e os meninos comentando que o Miguel não deveria entrar na Casinha, porque era brincadeira de Menina e ao mesmo tempo, vi os meninos aceitando meninas na oficina mecânica e no caminhão numa boa.
 
Quando é que começamos com essa questão de gênero? Até quando isso é saudável? Não tem como negar a essência de cada gênero, mas lidar com questões práticas ajudam muito a entender que não precisa dividir tanto assim...meninos não moram em casas? Não pintam suas casas? Não cuidam de suas casas? Não veem TV nas salas ou nos quartos de suas casas? Por que não podem brincar de casinha e reproduzir esses comportamentos também nesse espaço e com esse tipo de cenário? Por que é mais fácil para os meninos aceitarem as meninas dirigindo caminhões, ou brincando de mecânica?
Será que nós mulheres devemos abrir mais nossas cabeças e horizontes, desde meninas?
Minha mãe dizia que muitas das coisas pelas quais reclamamos sobre homens, de certa forma eram culpa das mulheres...porque afinal, são mulheres que criam seus filhos, os futuros homens.
O quão machistas somos? Vale a pena refletir e no brincar, isso tudo aparece, sempre e temos que lidar com isso...
Não vou ser hipócrita e por mais que eu tente ter brinquedos e espaços onde todos possam conviver, trocar e brincar, fica difícil lidar com o rosa e o azul presentes no brinquedo. Eu sonho em fazer uma casa na árvore para o Miguel e mobiliá-la e já o inseri na cozinha, na arrumação da casa, no cuidado com o jardim e gostaria que isso fosse normal. Mas, caso eu fosse mobiliar uma casinha para ele ou comprar pronta, tudo viria muito feminino...na cor rosa, etc...aí fica difícil.
Compramos bonecos, heróis para ele, mas resistimos a dar uma Barbie Ferry...não porque não entendemos que ele queira também brincar com bonecas. Ele é garoto e convive comigo, irmã, primas, amigas, professoras...e pode se encantar com fadas, por que não? Mas, a pressão que sofreria ao levar uma Barbie no dia do brinquedo na escola seria muito grande, avassaladora e como todos os pais, ou a maioria, tentamos explicar que não é brinquedo adequado para menino, que é mais coisa de menina e sem querer, já estamos lá repetindo esse bordão...
Bom para quem tem irmã na mesma idade ou próxima e pode brincar junto com todos os brinquedos...na escola dele, eu vi os meninos empurrando carrinho de bebê e cuidando de uma boneca bebê, imitando seus pais e achei sensacional...
 
Como é por aí?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um comentário que prometo responder.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...