quinta-feira, 11 de março de 2010

Não deixar a peteca cair

E aí, pessoal, como vai a vida? Não estou conseguindo postar com frequência, correria com preparativos para a chegada do Miguel, sem computador em casa e trabalhando feito louca no spa para deixar tudo organizado para minha saída.
Eu estou vivendo um misto de sentimentos e sensações.
Quando a gente é mais nova, pensa que tem que ter estabilidade profissional para depois casar, depois ter filho e isso foi o que sempre fiz, buscar estabilidade. Até que de repente, ou melhor após 6 anos ao lado do Rodrigo, cheguei a conclusão de que para a família aumentar, tive que abrir mão da minha carreira e para não ficar em casa sem fazer nada e para que o mercado não me rejeite, resolvi abrir meu próprio negócio. Trabalhar longe de casa, viajar a qualquer momento pesaram bastante na decisão, porque acredito que criar um homem, o Miguel está a caminho, requer tempo e dedicação, então pela família abri mão da minha estabilidade. O negócio está indo aos poucos, mas preciso que vá de vento em poupa, como mulher independente que sou e para ajudar meu marido com as finanças também...que Papai do Céu ajude...por isso fico trissste e com medo, mas andar com fé eu vou, que a fé não costuma falhar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um comentário que prometo responder.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...