domingo, 6 de dezembro de 2009

Coisas...

Clima pré-natal (preparando o Miguel para nascer) e antes do natal. Outro dia tava lendo como evitar saias justas no natal, tipo convidar qual dos dois dentro do casal que separou. Sua amiga ou o ex que é seu amigo e como enfrentar as situações delicadas na mesa ou na ceia ou na noite que parece ser a noite mais longa do ano quando os conflitos parecem estar todos ali, naquela panela de pressão. Antes, há uns cinco anos atrás ou desde uns cinco anos atrás eu estava imune, anestesiada ou vacinada e movida por um espírito natalino e familiar que me dominava o ano inteiro e fazia as festas, decorava, usava diplomacia para unir pessoas ou ao menos fazer com que elas se respeitassem na noite e mantivessem uma mínima etiqueta para que as crianças da família pudessem crescer em um ambiente saudável e tivessem recordações felizes, como nós (eu e meus primos) tivemos. Mas confesso que este ano estou cansada, exausta, não tem sido um ano nada fácil, apesar de toda bênção e dádiva de cuidados, atenção e ajuda de amigos queridos. Então estou triste e pedindo a Deus para tudo melhorar, todo o sentimento bom brotar e as pessoas perceberem que todos erram e precisam de chance para se corrigirem e tempo é o melhor remédio. Aliás, na correria do dia a dia tenho valorizado o tempo mais do que tudo. Ontem acordamos as 7 mesmo sendo sábado e enfrentamos todos os problemas, um a um. Esse é nosso ponto forte. Primeiro foi consertar a bateria que nos levou uma grana, nessa crise e com tantas contas por pagar, depois consertar o portão que quebrou no meio da noite e os cachorros fugiram e assustaram transeuntes histéricos, depois foi atender a alguns pedidos de ajuda e ainda dar conta de bolar menu, decoração, lembrancinhas e arrumação da casa para recebermos os convidados do chá do Miguel e não veio ninguém...nossa, quando me dei conta estávamos tão envolvidos com tudo aquilo e sem parar desde as sete da matina e já eram nove...então, de banho tomado e exaustos, deitamos na rede, usei a melhor manta que temos e assistimos ao melhor show que elegemos no momento (presentinho do Rinaldo) e curtimos na rede até cochilarmos. Falei pro Digo que quando nosso filho nascer, vamos passar muitas noites calmas assim (se ele estiver dormindo e tal)...e a vida vale a pena. Só não precisamos fazer tempestade em copo d''agua. Todo problema tem solução, já dizia um amigo meu...é verdade. Se não fosse problema, não teria solução (matemática) e aí seria um mistério, um drama...e isso não tem rolado, graças a Deus. Arregaçar as mangas e resolver cada coisa para que a felicidade volte a reinar por aqui. Como está o clima de festas por aí? Conta, vai!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um comentário que prometo responder.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...